Blogue do Maia de Carvalho

POR TRÁS DE CADA GRANDE FORTUNA HÁ UM CRIME. Honoré de Balzac

sexta-feira, dezembro 08, 2006

Não me parece que seja este o caminho.


«“Aborta!” – dirá o mercado de trabalho à mulher. “Aborta e não me chateies!” – será a protecção que esta obterá da sociedade.»

http://cesaredama.blogs.sapo.pt/

Interrupção Voluntária da Gravidez é um eufemismo para ABORTO. Não disfarcem nem assobiem para o lado.

Por vontade da mulher ou do homem, nunca!

O aborto não pode ser deixado ao alvedrio de cada um. Tem de haver regras! Aborto pago pelo Estado, só com receita médica!!!!

6 Comments:

At 9:41 da tarde, Blogger Márisa said...

Imagem impressionante!

 
At 11:28 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Sou pelo sim, mas não sei se o faria.
A realidade é que por falta de legalidade muitas mulheres e jovens são submetidas a operações ilegais e perigosas.

 
At 5:34 da tarde, Blogger Maria Ostra said...

Ai Professor! Está a fazer campanha?

 
At 2:53 da tarde, Blogger Minerva McGonagall said...

Ó Professor, não mostre estas imagens, acho que pode defender o não sem recorrer a este tipo de argumentos!!!

 
At 5:22 da tarde, Anonymous paula sofia said...

O que o Estado diz agora é outra coisa: não abortes, deixa-o nascer e cria-o...desenrasca-te!

não será?...

há nisto tudo uma questão ridícula: desde quando é que legalização vai obrigar mulheres a abortar?

 
At 7:10 da tarde, Blogger Professor said...

Paula Sofia, creio que no meu texto de 13/12 começa a definir-se o meu pensamento sobre a problemática que deve preceder a discussão do aborto.
Creia-me sempre amigo e respeitador das ideias, mesmo dos que não pensam como eu.

 

Enviar um comentário

<< Home