Blogue do Maia de Carvalho

POR TRÁS DE CADA GRANDE FORTUNA HÁ UM CRIME. Honoré de Balzac

quarta-feira, janeiro 17, 2007

Umas palavrinhas aos comentadores do texto anterior

Com toda a amizade e espírito tolerante, vamos lá a ver se eu dou uma palavrinha aos amigos que tiveram a gentileza de comentar o meu texto. (Meu e duma edição do “Público”)

RR, estamos de acordo - rir é o melhor remédio e também acho o referendo absolutamente inútil, uma teimosia do nosso Primeiro só para mostrar que nem todas as suas bandeiras eleitoralistas eram só para patego ver.

Diabba, querida amiga, não domino a linguagem jurídica, por isso, não posso argumentar nesse sentido, mas a simples leitura do texto, e um pouco de bom senso, levam-me a compreender, como verdadeiro, o enunciado de Mário Pinto com o qual concordo.

Vejamos a pergunta:

"Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas primeiras dez semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?"

Seria ofensivo para a tua inteligência que eu apresentasse o significado, em português, das palavras “despenalização” que seria uma coisa diferente do que é, quando seguida da palavra “voluntária”, ainda reforçada pela outra expressão “opção da mulher”.

A existência simultânea destas palavras na frase é que dão sentido ao que se afirma:

"é o aborto completamente livre até às dez semanas, a pedido da mãe sem ter de alegar quaisquer razões!" Se estou a ler mal desculpa-me a minha iliteracia!

Afectos, estou completamente de acordo com a sua recusa em aceitar que um ou uns poucos decidam pelos outros. Mas acho eticamente impossível tomar decisões livres sem assumir (e esperar que quem as tome, também assuma) as consequências desse arbítrio.

Obrigado pelos vossos comentários.

Etiquetas: , ,

5 Comments:

At 5:26 da tarde, Anonymous Camoniano said...

Caro Maia de Carvalho:
Vi que temos coisas em comum, nomeadamente um liceu de saudosa memória. Dê uma vista de olhos a este blogue de rapaziada talvez um pouco mais nova que nós, mas que me parece muito boa gente: Tágides e Adamastores. A graça está verdadeiramente nos comentários, que vou espreitar quase todos os dias. Há por lá gente a escrever com muita graça. E sem erros, coisa de monta nos dias que correm.
Eu ainda não comentei, mas ando tentado. E se nos abalançássemos?
Abraço amigo.

 
At 8:13 da tarde, Blogger Teresa said...

Querido Professor,

A Internet é mesmo um mundo tramado!
Sou a gestora do blóguio que hoje visitou, o tal do Liceu Camões.
Gostaria (gostaríamos) de contar com as suas visitas a partir de agora. Somos um grupo de gente tonta, mas divertimo-nos bastante. Quer dar-me uma ajudinha?

BATATAA!!

(é a saudação oficial do nosso grupo, que tem vindo a ser desdobrada nas coisas mais parvas que possa imaginar - e lá vamos rindo, que é a melhor coisa desta vida).

 
At 12:32 da manhã, Blogger Minerva McGonagall said...

Ó meu Deus, estou cansada desta discussão... é pena o referendo não ser já amanhã, pelo menos acabava de vez! É que já ninguém aguenta!

 
At 1:58 da tarde, Blogger Professor said...

Vou entrar assim à Frei Luís de Sousa:
- Camoniano, Camoniano, quem és tu?
Eu já lá fui espreitar e comentar. Em que anos andaste no Camões. Era giro se lá tivesses andado comigo.
Revela-te homem! Vais ver que não dói nada!

 
At 7:22 da tarde, Blogger Diabba said...

mea culpa... eu é k li mal e descontextualizei... pensei k afirmou k tal já existia (gargalhada) isto é da furia k me acompanha nos ultimos dias...
ok comentei mal.
mas agora respondo à pergunta do referendo: SIM!

beijo de enxofre

 

Enviar um comentário

<< Home