Blogue do Maia de Carvalho

POR TRÁS DE CADA GRANDE FORTUNA HÁ UM CRIME. Honoré de Balzac

sábado, agosto 25, 2007

Prémio Nobel da Literatura sofre!

imagem de noticias sábado 85

Aqui há tempos (poucos) José Saramago deu uma entrevista ao DN em que entre outras coisas afirmava (estou a citar de cor): “Não é preciso ser profeta para afirmar que a união de Portugal à Espanha é um facto do futuro.”
Nunca em parte nenhuma da entrevista preconiza, advoga ou sugere tal união, limita-se a constatar um facto.
Esquecidos do Tratado de Methuen e outros que ilustraram e ilustram a nossa sujeição ao estrangeiro, logo os bem-pensantes da nossa cultura, incluindo gente com responsabilidades acrescidas como Vasco Graça Moura ou simples comentadores e escrevinhadores de cartas aos jornais zurziram no Nobel, acusando-o de falta de patriotismo. (Ainda significará essa palavra alguma coisa no vocabulário português contemporâneo?)
O iberismo em Portugal não é um movimento moderno, já é velho de séculos, mas, nos nossos tempos e antes, no Estado Novo, estava e está fora de moda. Hoje é um pensamento muito mais subtil.
Já há tempo que o melhor azeite espanhol é produzido em olivais do Alentejo. E finalmente, hoje o “Diário de Notícias”, no seu suplemento Notícias Sábado, veio mais uma vez dar-nos razão. Pode ler-se na edição de hoje na página 37:
“As grandes quintas começaram a passar para mãos espanholas. Os portugueses vendem e metem o dinheiro ao bolso”.

Etiquetas: , ,

2 Comments:

At 9:01 da tarde, Anonymous maria said...

é sempre um gosto requintado ler o k escreves... jinho gordo

 
At 5:03 da tarde, Blogger woman feelings said...

É preciso sorrir á vida...tudo irá parecer bem melhor!...

Vem dançar comigo!... :)))

 

Enviar um comentário

<< Home