Blogue do Maia de Carvalho

POR TRÁS DE CADA GRANDE FORTUNA HÁ UM CRIME. Honoré de Balzac

segunda-feira, dezembro 01, 2008

PESADELO CLIMATIZADO

«Contratado especialmente para a época de Natal, este homem de 34 anos a que os amigos e familiares chamavam Jimmy foi derrubado pela multidão, que prosseguiu o seu caminho, esmagando o nova-iorquino do bairro de Queens. Socorrido pelos colegas, o funcionário chegou ao hospital ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos.»

«Apesar da confusão provocada, pela morte de Damour, alguns clientes continuaram a fazer as suas compras. Kimberly Cribbs era uma delas. A jovem, de Queens como a vítima mortal, disse ao New York Times que a multidão agiu de um modo"selvagem". “Quando lhes disseram para sair da loja porque um funcionário fora morto, houve quem gritasse que não ia porque estava na fila desde a véspera", declarou Cribbs.»

Nestes dois excertos da notícia é esclarecedora a visão do mundo contemporâneo, relatado em “Pesadelo Climatizado” de Henry Miller, a que alguns, bastante levianamente, chamam pornógrafo, mas certamente nunca o conseguiram ler “filologicamente”, no sentido Nietzscheano do termo. Também me transporta para a visão, não menos negra, de “A Vida Quotidiana no Mundo Moderno”, do filósofo e sociólogo Henri Lefèbvre, no capítulo “A Sociedade Burocrática de Consumo Dirigida” Neste livro se faz uma abordagem muito completa dos constrangimentos da civilização consumista e neoliberal, que nos havia de conduzir à presente crise financeira, económica e social.

Etiquetas: , ,

2 Comments:

At 9:41 da manhã, Blogger missixty said...

Eu ainda nem fiz as compras de Natal! Não sei porque, o Natal deste ano, parece-me diferente, ando pouco motivada!
Não vale ir ao meu blog cuscar e depois não comentar....

 
At 3:26 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Esta é a humanização que a civilização socialista-judaica-capitalista nos dá.Espiritualidade para quê?Viva o materialismo e a luta até à morte.Dividi a riqueza de modo a ficar com a maior parte e matai todos os que se oponham. Máxima deste mundo! Os "outros", o que é isso?

 

Enviar um comentário

<< Home